A CONEXÃO DE DEUS CONOSCO

A CONEXÃO DE DEUS CONOSCO

Leia Gênesis 1.26–2.7 e reflita.

Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente. (Gênesis 2.7)

 

A CONEXÃO DE DEUS CONOSCO

 

Leia Gênesis 1.26–2.7 e reflita.

Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente. (Gênesis 2.7)

Deus criou o universo por meio da palavra. Ele determinou às estrelas e aos planetas que existissem. Iniciou do nada o processo de criação. Com o espírito santo e por sua palavra, a criação ocorreu.

Então, Deus se dedicou a fazer o ser humano. Alguns textos bíblicos descrevem-no como “oleiro” e os seres humanos como “barro” (Is 64.8), fazendo-nos pensar no Pai formando figuras de barro conforme o desenho que tinha em mente. O toque final foi soprar em nós o fôlego de vida. Ele tornou-se pessoal.

Ao soprar-nos fôlego, nos deu também a capacidade de falar. O ato de respirar que nos mantém vivos é o que usamos para nos comunicar. Devemos usar o privilégio do fôlego de vida para falar com nosso criador.

Fomos feitos para nos comunicar com nosso oleiro. Assim como nos alegramos quando os bebês emitem os primeiros sons, o Pai também se alegra ao ouvir o som das palavras que seus filhos lhe dirigem.

Sussurre uma oração com frequência. Se as palavras não lhe vierem à mente logo, comece dizendo “obrigada”. Pronuncie devagar essa palavra e, então, acrescente “por…”, até que diferentes modos de terminar a sentença comecem a fluir. À medida que o fizer, vai ver que pode usar o tempo de inspiração para refletir sobre as pala- vras seguintes, e o de expiração para expressar seu agradecimento. conceder-nos o “fôlego de vida” é a conexão de Deus conosco; orar é nossa conexão com ele.

Autor: Stormie Omartian
Foto: Internet
Fonte: Bíblia da mulher que ora