DEPAM – Missões

O DEPAM está formado por membros da PIB Trindade que, sob a direção do Ministério Pastoral, tem por objetivo formar e fortalecer a consciência missionária da igreja; contribuir com o cuidado dos nossos missionários e com o fortalecimento do relacionamento igreja-missionário-igreja. Também funciona como facilitador das decisões do Ministério Pastoral referentes a missões e sugere critérios para envio e sustento de missionários.

Nestes últimos anos, o nosso foco tem sido a conscientização missionária da igreja. O nosso trabalho não visa apenas
mostrar que missões existe e que é algo muito importante. A conscientização missionária se dá quando os membrosconhecem e discernem o mandato da Grande Comissão, suas implicações, sua responsabilidade, tanto individual quanto coletiva, e são capazes de responder a este mandato guiados, não pela emoção ou imitação, mas pela Palavra de Deus, no sentido de, por todos os meios possíveis, fazer Cristo conhecido aonde Ele mesmo nos guie em sua soberana vontade.
 
Para formar uma consciência missionária não é suficiente a ação de expôr as pessoas aos acontecimentos de missões (Informação). É necessário proporcionar experiências tanto teóricas quanto práticas (Formação), para que se possa vivenciar de maneira mais profunda as exigências e desafios da obra missionária, e assim caminhar passo-a-passo para a conscientização que desejamos.
 
"A tarefa de cumprir a Grande Comissão é para a igreja como um todo e não apenas para o DEPAM". Com esta afirmação queremos desfazer o pensamento de que quem faz missões na igreja é o Departamento de Missões. O Senhor Jesus entregou esta tarefa a Igreja, por tanto: quem faz missões é a igreja. O DEPAM tem a missão deINFORMAR, CAPACITAR, FACILITAR e SERVIR a igreja para que "todos" (e não apenas um grupo), cumpramos a Grande Comissão.
 
Quanto aos nossos valores, estamos cultivando um estilo de trabalho baseado em PARCERIAS, EQUIPE, HUMILDADE E SANTIDADE.
 
O DEPAM pertence a todos os Departamentos e Ministérios e, portanto, devemos estreitar relacionamentos e buscar alianças saudáveis, para que cada membro da igreja tenha a oportunidade de envolver-se ativamente na tarefa missionária na nossa comunidade, cidade, país e fora dele, seja orando, contribuindo ou indo.
 
Estamos nos estruturando para melhor servir a igreja e viabilizar o processo de conscientização que buscamos.
 
Líder: Edivaldo e Pr. Paulo